A nova fábrica, de 15 mil metros quadrados, está anexada a uma outra unidade da empresa no local. Ela entra em operação utilizando cerca de 50% da capacidade total, equivalente a 250 mil litros de leite por dia.
Com o acréscimo na produção, o portfólio da empresa passará de 80 para 120 produtos. O anexo produzirá iogurtes, cream cheese e queijos do tipo cottage e minas frescal.
Atualmente, nas quatro fábricas da Porto Alegre (Ponte NovaAntônio Carlos Mutum, em Minas Gerais, e Valença, no Rio de Janeiro), a produção é de 1 milhão de litros de leite por dia. Com a nova sede, anexa à fábrica de Antônio Carlos, estima-se um crescimento de 20% na geração até o fim deste ano.
Porto Alegre prevê também a instalação de uma fábrica no distrito de Santana dos Patos, em Patos de Minas, no Triângulo Mineiro. Serão investidos cerca de R$ 60 milhões até 2023, quando a empresa deve entrar em operação. Essa unidade produzirá queijos muçarela, prato, parmesão e soro de leite em pó.


Mais queijo em Minas?

Vigor é outra empresa com planos de expansão e deve definir em 30 dias se vai desenvolver em Minas ou no Rio de Janeiro. A companhia iniciará a produção de queijos processados fatiados em 2020 e estuda onde fará a nova operação: nas fábricas de Barra do Piraí, no Rio de Janeiro, ou em São Gonçalo do Sapucaí, no Sudoeste de Minas Gerais.
CPT - Centro de Produções Técnicas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here