CPT - Centro de Produções Técnicas

A Embrapa Amazônia Oriental inicia nesta quarta-feira (11), às 9h, a apresentação de uma Unidade de Demonstrativa (UD) do projeto “Pecuária Bubalina Familiar Leiteira da Ilha do Marajó (Promebull Marajó), que funcionará como uma espécie de fazenda modelo para os produtores da região. Segundo a Embrapa, o objetivo é estimular e difundir boas práticas difundidas pela instituição nos sistemas de produção bubalina envolvendo as áreas de melhoramento genético, nutrição, sanidade, reprodução, entre outros. A primeira etapa da programação é voltada para os produtores, técnicos de extensão rural e funcionários das fazendas da região. Serão abordadas boas práticas de produção de leite, demonstrações com kits de ordenhas manuais e mecânicos. O manejo reprodutivo com práticas biotécnicas de fertilização também integrará o primeiro dia de evento. Na quinta-feira (12), a partir das 9h30, será realizada uma palestra sobre manejo genético para búfalos leiteiros. A programação segue até sexta-feira (13), com as demais etapas do treinamento em manejo de pastagens e suplementação alternativa e o manejo sanitário dos rebanhos. <b>Produção bubalina</b> Segundo dados do IBGE (2014), o Pará é o estado que concentra maior população de búfalos do Brasil, sendo responsável por 37,4% das 1,32 milhão de cabeças do rebanho nacional e a maior parte desses animais está na Ilha do Marajó. Os maiores rebanhos estão localizados nos municípios de Chaves (PA) e Soure (PA). De fácil trato e adaptação em qualquer ambiente, o búfalo é uma alternativa econômica viável e tem mercado em expansão. Os elevados teores de gordura e sólidos totais no leite de búfala aumentam o rendimento na fabricação dos derivados como queijo e manteiga, em relação ao leite de vaca. A carne desses animais também é apreciada, e contém menores índices de gordura, colesterol, calorias, assim como mais proteína e minerais que a dos bovinos. <b>Serviço</b> A Unidade de Demonstrativa (UD) funcionará no campo experimental da Embrapa no município de Salvaterra, na ilha do Marajó.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here