CPT - Centro de Produções Técnicas

O economista Paulo do Carmo Martins (51) é o novo Chefe-geral da Embrapa Gado de Leite. A data da posse oficial ainda vai ser definida, mas o novo chefe da unidade sediada em Juiz de Fora (MG) iniciou seu trabalho na manhã do dia dois de junho. Seu mandato vai até 2017 com previsão de recondução por mais três anos. Para o cargo de Chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento, foi indicado o bioquímico Marcelo Henrique Otenio, formado pela Universidade Estadual de Londrina (PR), mestre e doutor em microbiologia pela Unesp-Rio Claro (SP). Assume a Chefia–adjunta de Administração José Roberto Ferreira, administrador de empresas pela Faculdade de Ciências Contábeis e Administrativas Machado Sobrinho, mestre em Ciência de Alimentos pela UFV (Universidade Federal de Viçosa -MG). O cientista social pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), especialista em marketing político pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Marne Sidney de Paula Moreira, assume a Chefia-adjunta de Transferência de Tecnologia. Moreira vinha atuando no Departamento de Transferência de Tecnologia da Embrapa, em Brasília. Ele foi Chefe-adjunto de Comunicação e Negócios da Embrapa Gado de Leite entre 2004 e 2008. Paulo Martins sucede Duarte Vilela, que conduziu a Unidade sediada em Juiz de Fora (MG) desde 2008. Natural de Ubá (MG), ele é graduado pela Universidade Federal de Juiz de Fora, mestre em Economia Aplicada pela Universidade Federal de Viçosa e possui Doutorado na mesma área pela Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” da Universidade de São Paulo (USP/Esalq ). É a segunda vez que Paulo Martins exerce o mandato de Chefe-geral, a primeira ocorreu no período 2004-2008. O pesquisador Ingressou na Embrapa em 1997 desenvolvendo estudos de inteligência de mercado, competitividade e eficiência da cadeia produtiva do leite e derivados. Ao longo de sua carreira assumiu diversos cargos de gestão como, por exemplo, as secretarias Municipais de Agropecuária e Abastecimento e de Governo da Prefeitura de Juiz de Fora/MG. Foi também secretário executivo da Câmara Setorial do Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento por dois mandatos. Diretrizes- Entre as diretrizes previstas no Plano de Trabalho do novo Chefe-geral da Embrapa Gado de Leite está o trabalho em sintonia com outros 23 centros de pesquisa da Embrapa que também trabalham com leite, possibilitando uma atuação nacional “por meio dessa rede já existente e que precisa ser fortalecida”, conforme afirmou. Paulo Martins pretende trabalhar com a concepção de empresa e governo continuamente desde o primeiro dia de sua gestão, sob a ótica da inovação aberta e sob demanda da sociedade. “Vamos trabalhar com a ideia de que a sociedade é quem demandará e nós procuraremos as soluções junto aos nossos parceiros. A Unidade será mais puxada pela demanda do que empurrada pela oferta”, declarou. Outro ponto importante considerado por Martins é fortalecer canais de comunicação com o setor produtivo. “Queremos que a Embrapa Gado de Leite atue sob o prisma da inovação e, para que isso ocorra, temos que estar em sintonia com o setor produtivo”.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here