CPT - Centro de Produções Técnicas

Um novo teste desenvolvido pela Embrapa, que promete agilizar o combate à tuberculose bovina em rebanhos de gado de corte e leiteiro, chegará em breve ao mercado, segundo divulgou a instituição. Batizado de Elise (sigla em inglês para ensaio de imunoadsorção enzimática), o teste sorológico se diferencia dos métodos tradicionais por conseguir detectar a doença em diferentes estágios da infecção, ampliando a cobertura do diagnóstico. De acordo com a Embrapa, há diversos fatores que podem “enganar” as ferramentas tradicionais. Infecções recentes, final de gestação, desnutrição e tratamentos com anti-inflamatórios esteroides, por exemplo, são alguns dos que podem ocasionar falso-negativos. E se a doença não é detectada, os animais permanecem infectados dentro das propriedades. Por isso, o novo teste é uma forte promessa para evitar o contágio, a perda de rebanho, e consequentemente, prejuízos para o produtor. “Sua eficácia garante o isolamento e abate de bovinos doentes, poupando o restante do rebanho, já que a enfermidade é infectocontagiosa e ainda não tem cura”, declarou a Embrapa através de sua assessoria. “A ferramenta será eficiente para os serviços oficiais de defesa sanitária e para o produtor rural, com a garantia da sanidade na propriedade.” Em fase final de terminação, o Elisa será disponibilizado por meio de uma parceria com a iniciativa privada. A data ainda não foi divulgada, mas a instituição garante que será “em breve”.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here