CPT - Centro de Produções Técnicas

O preço do leite costuma subir no inverno, período de entressafra, só que este ano, em Goiás, os criadores vivem uma situação distinta: o valor pago, em julho, caiu. Marcos Pimentel é um dos 2 mil produtores de leite de Bela Vista de Goiás. Ele tira por dia 590 litros e está preocupado porque em julho, o valor caiu. Nesta época do ano, o pasto na região fica seco e a alternativa é levar o gado para o cocho. A base da alimentação passa a ser a silagem de milho e o concentrado, o que faz aumentar o custo de produção. O gasto sobe em média 20% com as vacas confinadas. Normalmente, a compensação para o produtor é a valorização do preço por causa da entressafra, mas isto não está acontecendo. Em Minas Gerais, o preço do leite se mantém em alta. O produtor tem recebido, em média, R$ 1,07, valor 3% maior que no mesmo período do ano passado. Cenyldes Moura Vieira, presidente da Cooperativa de Leite de Uberlândia, explica o que está sendo feito para que o preço não caia neste momento de demanda menor e como está a captação por causa da seca.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here