CPT - Centro de Produções Técnicas

Entre a degustação de queijos, doces e iogurtes, os visitantes puderam conferir destaques do 41º Concurso Nacional de Produtos Lácteos. O queijo com frutos do cerrado usa o baru, fruto considerado afrodisíaco, em sua composição. Já o queijo Santo Antônio Casamenteiro promete usar uma “receita secreta infalível” encontrada no Mosteiro de Santa Cruz em Coimbra, Portugal, que seria criada pelo próprio santo. O queijo encantado, em formato de cogumelo e recheado com mel, remete à lenda em que gnomos saíam da mata da Mantiqueira e se dirigiam a propriedades em busca de leite e mel. Já o Healthy Cheese, snack de queijo, une queijos processados aos benefícios de probióticos e fibras alimentares. Conforme o coordenador da Expolac, Nelson Tenchini, cerca de 60 empresas apresentam mais de 300 produtos no espaço dedicado a promover a interação entre fabricantes, representantes comerciais e consumidores. O Minas Láctea engloba, ainda, o 30º Congresso Nacional de Laticínios, que aborda o tema “A indústria de laticínios do Brasil em tempos de crise: desafios e perspectivas”, com palestras, comunicados técnicos e minicursos, e a 42ª Exposição de Máquinas, Equipamentos, Embalagens e Insumos para a Indústria Laticinista (Expomaq), com 107 expositores apresentando novos produtos, equipamentos e maquinário. A previsão de negócios chega a R$ 200 milhões. A Agência de Inovação de Leite e Derivados – Polo do Leite realiza o Inovalácteos, cujo objetivo é estimular a inovação no setor, criando ambiente favorável para novos negócios. Na programação, estão ciclo de palestras e rodada de negócios em parceria com o Sebrae-MG, além da vitrine de inovação. As atividades acontecem simultaneamente no Expominas e no ILCT. A entrada é franca.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here