CPT - Centro de Produções Técnicas

O Centro de INTI-Dairy estudou a melhor maneira de alimentar os búfalos para a obtenção de leite de alta no CLA em produtos lácteos de Nossa Senhora de Itatí ficar em Corrientes. As províncias de Corrientes e Formosa nuclear como muitos búfalos da Argentina, no entanto, apesar de ter a produção de leite nesta espécie não-tradicional, deve adquirir leite de outras regiões. Por esta razão, o INTI incentiva o desenvolvimento de búfalas leiteiras regiões Pampas extras funcionais. Neste sentido, a assistência técnica Centro INTI-Dairy do laboratório está trabalhando em conjunto com a Faculdade de Ciências Veterinárias da Universidade Northeastern (UNNE ), INTA e Universidad Nacional del Litoral (UNL), no desenvolvimento de espécies não tradicionais lácteos funcionais com alto valor nutritivo e propriedades benéficas para a saúde. Ele I é de produtos de búfalas leiteiras enriquecidas com ácido linoléico conjugado conhecido como CLA . É um ácido gordo poli-insaturado encontrado em baixas concentrações no sangue dos animais e é benéfico para a saúde dos indivíduos. Existem inúmeros estudos que suportam o efeito de redução deste ácido em colesterol e sangue trilgicéridos também reduzir tumores alvo. Como parte do projeto, o Centro INTI-Dairy fez um diagnóstico na leiteria da Estancia Nossa Senhora de Itatí localizado em Corrientes, para avaliar o poder de esta espécie não-tradicionais. A partir dos resultados que prestou assistência técnica para o estabelecimento de cumprimento de boas práticas agrícolas (BPG), acompanhamento de gestão de conformidade para protocolo de alimentação. Os estados de protocolo que, para alcançar uma maior concentração de CLA no leite de búfalas é devido em uma pastagem pastagem natural de rotação, com intervalos de tempos variados, e suplemento alimentar grãos e produtos agro, tais como óleos de linhaça soja. "A produção de leite de búfala é sazonal, são animais selvagens que devem adaptar-se a produção de leite. As datas de parição concentradas entre janeiro e março, uma vez que eles vêm para parir começar a dar leite e há domar e treinar ", observou o veterinário Carlos Cañameras, centro-INTI especialista Dairy. Após o BPG implementado, INTI realiza acompanhamento sobre a persistência de CLA no leite de búbalas e os produtos obtidos. Como parte do projeto, os especialistas também fez um diagnóstico da unidade de produção de queijo e doces Leite e desenvolveu uma série de recomendações com base em Boas Práticas de Fabricação (BPF). O objetivo da aplicação dessas regras é garantir a segurança dos produtos feitos no estabelecimento, a fim de gerar um sistema de rastreamento para garantir a codificação adequada durante todo o processo de desenvolvimento e, assim, realizar o desenvolvimento diferencial de alta queijo CLA e pobre em gorduras saturadas. Essas ações são enquadrados em 0001/10 FONARSEC Projeto "Produção de gado funcionais leiteiro, ovinos e bubalinos com baixo risco para doenças crônicas não transmissíveis naturalmente enriquecidos com ácido linoléico conjugado", no qual as empresas participantes lácteos procurar desenvolver um novo mercado em alimentos mais saudáveis, através do desenvolvimento de produtos lácteos diferenciados, e neste caso derivado do leite de búfala. Os projetos deste tipo promover a articulação entre instituições nacionais e regionais, e transferência de tecnologia com base na inovação para os atores locais, estabelecendo um caminho para o desenvolvimento de regiões extra-Pampeanas de produção de leite. Um pouco mais sobre o búfalo A população de búfalos é hoje em todos os continentes. Ele se originou na Ásia e há evidências de sua existência como um animal de estimação a partir de 4.500 anos atrás. No momento, o mundo contava cerca de 168 milhões de cabeças, das quais 95% estão na Ásia, África 2%, 2% na América, e menos de 1% na Europa e Oceania. O búfalo de -subespecie rio que representa 70% da população mundial de água-búfalo produzem entre 1.500 e 4.500 litros de leite por lactação. Eles têm vida mais produtiva do que o gado, uma vez que fornecem leite para bezerros e passado 20 anos. Na Argentina existem cerca de 100.000 cabeças e representam a terceira população da América, depois do Brasil, que tem 3,5 milhões de cabeça e Venezuela, com 350 mil cópias.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here