CPT - Centro de Produções Técnicas

A Cooperativa Nacional Agroindustrial (Coonai), localizada em Brodowski, na região nordeste de São Paulo, está investindo R$ 2 milhões na construção de uma nova central de industrialização de leite pasteurizado. Os recursos (empréstimo a fundo perdido) vieram do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável do Banco Mundial (Bird). A nova central, que será instalada em Patrocínio Paulista (região nordeste do Estado), irá substituir a de Brodowski com o objetivo de reduzir os custos de transporte em 10% e os custos industriais em outros 10%. A unidade industrial entrará em atividade até setembro – as obras de terraplanagem já começaram. Segundo o vice­presidente da cooperativa, Marcelo Barbosa Avelar, serão beneficiados 200 produtores de leite e a capacidade de captação da unidade será de 50 mil litros por dia. Conforme comunicado da cooperativa, o leite pasteurizado representou 77% do faturamento da Coonai em 2014, de R$ 30 milhões. Além do leite, a cooperativa produz café, ração e insumos agrícolas. Até 2001, a Coonai industrializava o leite tipo longa vida (leite esterilizado). Mas com a forte concorrência de mercado, que a obrigava a captar leite até em outros Estados, os cooperados decidiram apostar em um novo nicho de mercado: o leite pasteurizado. “Decidimos voltar às origens da cooperativa, valorizando o trabalho do cooperado e do produtor da região. Ele é o nosso fornecedor exclusivo”, explica Avelar. Com a nova central, a cooperativa lançará uma embalagem plástica (tipo B e C), substituindo o saco plástico. “A garrafa plástica agrega valor ao nosso produto e melhora a renda do produtor. Esse tipo de embalagem facilita também a vida do consumidor”, explica o vice-­presidente. O leite da Coonai está presente em 85 municípios paulistas.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here