CPT - Centro de Produções Técnicas

O consumo de uma sobremesa láctea depois da janta virou caso de polícia em Santos. A segurança Ivailza Lopes Vieira registrou, na noite de quinta-feira (5), Boletim de Ocorrência após encontrar supostas larvas em uma embalagem de Danette, sabor chocolate branco. Ivailza conta que é consumidora da marca há anos e essa é a primeira vez que algo do tipo ocorre. "Não é um produto barato, paguei quase R$ 6 na embalagem e estava dentro do prazo de validade. Não imaginava que isso poderia acontecer. Fiquei indignada porque meus filhos e minha sobrinha comeram", conta. Consumiram o produto com possíveis larvas quatro crianças, com idade de 4,5, 10 e 11 anos. "Depois que eles viram, vomitaram (por repulsa). Meu filho veio correndo me mostrar, fiquei muito assustada, mas graças a Deus eles não passaram mal". Ela afirma ainda que o produto foi consumido no mesmo dia da compra, quarta-feira (4), por volta das 22 horas. Logo após tomar conhecimento do que tinha ocorrido, gravou um vídeo que mostra as possíveis larvas dentro da sobremesa. Sem conseguir contato com a Danone, empresa responsável pela produção do Danette, ou com o mercado onde comprou, a rede atacadista Assaí, deixou para formalizar a reclamação no dia seguinte. "Na Danone fizeram pouco caso da minha reclamação, disseram que era impossível ter larvas ali, mas queriam retirar a amostra na minha casa. Não deixei. Liguei então na polícia e me orientaram a formalizar um BO. Quando cheguei na polícia, ainda tinha larva se mexendo". <b>Fechada</b> Ainda de acordo com Ivailza, a embalagem não estava violada. "Produtos de vários tipos estavam misturados na geladeira do mercado e todos estavam molhados, como se tivessem sido descongelados. Não sei se pode ter relação, mas estava fechada a embalagem, não teria como esses bichos entrarem lá", afirma. A consumidora tem ainda outra embalagem da sobremesa, no sabor chocolate ao leite, que não será aberta. "Estou com medo de abrir e encontrar as mesmas larvas. Vou ver ainda o que vou fazer com esse produto, se vou mandar para análise, não sei". A Danone informa que já está em contato com a consumidora para recolher o produto e realizar as análises necessárias e reitera o "compromisso com rigorosos procedimentos em todas as etapas de produção, respeitando padrões internos e externos de qualidade e segurança alimentar assim como aos estabelecidos pela legislação". Também em nota, o Grupo Pão de Açúcar, mantenedor da rede Assaí, informa que "as geladeiras possuem um rigoroso controle de temperatura, com monitoramento remoto e frequente checagem dos funcionários". A rede informa ainda que a unidade de Santos está passando por reformas e que as obras devem ser concluídas no final de novembro. "A loja aguarda contato da cliente para que o produto seja enviado para análise técnica do fabricante e posterior averiguação do caso". O BO foi registrado no 5º Distrito Policial de Santos. Segundo o documento, "dois potes vazios e dois parcialmente consumidos" foram encaminhados ao instituto de criminalística para realização de perícia.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here