CPT - Centro de Produções Técnicas

Quando se fala em Minas Gerais uma das primeiras coisas que vem à cabeça é queijo. Correto? Só que além de “queijo” veio junto “internet” na cabeça do mineiro Osvaldo Martins de Barros Filho, de Alagoa (cidadezinha de 2.700 hab no Sul de Minas). Parece maluquice e inacreditável. Mas não é! Osvaldinho, como é conhecido na pequena Alagoa, teve a ideia de vender queijo pela internet depois de uma conversa com o Sr. Batistinha, produtor de queijo no Bairro do Rio Acima que reclamava da dificuldade de escoar a produção. O empreendimento começou em novembro de 2009 através de uma plataforma gratuita (NING) que hoje é usada como blog. No fim do ano um primeiro e-mail chegou, pedindo um queijo. “Foi aí que tive certeza que a ideia ia dar certo” comenta Osvaldo Filho, que logo em seguida procurou o SEBRAE-MG de São Lourenço, através da Ticiana Lopes recebeu material de e-commerce, que era devorado madrugadas a fio. Em 2010 outros pedidos começaram a pintar e assim dar início aos depósitos antecipados, por segurança e precaução. Até que a façanha virtual chegou ao conhecimento do Mestre Queijeiro Bruno Cabral de São Paulo, o primeiro forte parceiro de Osvaldo. No ano seguinte, chega um e-mail de Brasília-DF enviado pelo Empório Albamonte, que seria inaugurado e gostariam de ter o queijo lá na capital federal. Com o apoio da Locaweb, na primeira semana de janeiro de 2012 entrou no ar a loja virtual, que aceita os meios de pagamento digital: Bcash e Paypal, transmitindo mais confiança aos clientes e ofertando possibilidades de pagar com cartão, transferência eletrônica ou gerar boleto. De lá pra cá, a cada mês que passa mais clientes espalhados de norte a sul do Brasil se rendem à comodidade de comprar queijo direto de Minas Gerais sem sair de casa. Entre estes clientes estão o jornalista e comunicador Marcelo Tas e o cantor Lulu Santos, que provaram e aprovaram o sabor do Queijo Alagoa, que é um queijo artesanal de leite cru também conhecido como Parmesão da Mantiqueira ou Parmesão de Alagoa. O “Mantiqueira“ é devido à localização: Alagoa é a mais alta das Terras Altas da Mantiqueira. Osvaldo Filho lança mão das redes sociais para divulgar o produto da terra, que cá entre nós: é bão dimais da conta! “Vendo queijo pelo Facebook, Twitter, &#8203;Instagram, &#8203;Google Plus, Skype, Whatsapp e até pelo Linkedin” conta Osvaldo, que ora acessa a internet no celular, ora no computador de mesa. Por esta ideia inovadora Osvaldo Filho recebeu da Fundação Dom Cabral e do Diário do Comércio o Prêmio José Costa, na Categoria Comércio, em Outubro de 2013. E como sua atuação na internet está atraindo turistas para Alagoa, o Jornal MG Turismo escolheu o mineirinho de Alagoa para receber o Prêmio MG Turismo em abril deste ano. “Esta semana tive a honra de receber um casal de clientes que saíram de Três Marias e rodaram mais de 600km para conhecer Alagoa. Inacreditável!” Conta entusiasmado. E o mais engraçado foi ouvir o “causo” da Dª Vilma, esposa do Sr. João de Três Marias: Um dia o João veio com a história que tinha comprado queijo pela internet. Eu desconfiei. Falei pra ele que tinha sido passado pra trás. Onde já se viu vender queijo pela internet. Jogou dinheiro fora! Daí o carteiro entregou uma caixa. Ainda desconfiada falou: vai ter um tijolo aí dentro! Mas para sua surpresa: tinha Queijo de verdade! Se você ficou com vontade de experimentar o tal queijo acesse: <a href=http://www.queijodalagoa.com.br target=_blank>www.queijodalagoa.com.br</a>

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here