CPT - Centro de Produções Técnicas

Para a SIG Combibloc, o sucesso dos alimentos e bebidas está atrelado à confiança e eficiência com que são produzidos e, ao mesmo tempo, novas oportunidades. E as máquinas de envase e as embalagens devem permitir que a indústria evolua. Pensando nisso, a SIG Combibloc criou o combiLab, cujos serviços garantem um suporte de valor para transformar ideias em produtos de sucesso – desde pesquisas internas e desenvolvimento de conceitos até projetos de inovação com os clientes. Norman Gierow, head Global de Gerenciamento de Produtoda SIG Combibloc, explica: “Os serviços oferecidos pelo combiLabtêm três principais focos: suporte conceitual e de marketing, aconselhamento e testes de envase no laboratório e nas plantas-piloto, além de testes com parceiros da indústria de alimentos”. Diversos departamentos da empresa, juntamente com os clientes em todo o mundo, se beneficiam do conhecimento da equipe, daexpertise e dos recursos técnicos do combiLabe das oportunidades que surgem. Os testes de envase são feitos principalmente na planta da Alemanha, em Linnich. Os especialistas testam, de forma rápida e flexível, protótipos de materiais de embalagem, máquinas de envase, embalagens cartonadas e novos conceitos de produtos. Eles realizam uma série de testes para gerar, rapidamente, informação relevante sobre todo o sistema de embalagem e processo de envase, internamente e para os clientes da SIG Combibloc. <b>Ideias com potencial</b> Um bom exemplo é o mais recente projeto feito com o principal grupo de lácteos da China, a Mengniu Dairy. As lições aprendidas com os testes-piloto realizados no combiLab ajudaram a desenhar tecnicamente o produto, além de desenvolvera receita correta e os módulos adequados para seu processamento e envase. Trata-se de um novo leite premiumcom grãos e sementes de verdade. Com este produto, a Mengniuabriu uma nova categoria na China: a refeição para beber à base de leite. Produtos como este têm grande potencial no crescente mercado de lácteos da China. “O projeto com a Mengniue o fornecedor de sistemas de processamento GEA é um bom exemplo de como as operações no combiLabenvolvem um trabalho próximo com todos os parceiros. Em projetos de inovação deste tipo, nos quais nossas áreas de Competência em Envase e Material de Embalagem se juntam aos clientes da indústria de alimentos e fornecedores de matérias-primas e processos, podemos gerar bons resultados”, explica Rudolf Flörke, headde Tecnologia Asséptica da SIG Combibloc. Entre os parceiros de ingredientes, ele destaca as empresas Döhler, Agrana, KöllneCPKelco. Na planta-piloto de envase do combiLab, o desenvolvimento de novos produtos, lançamentos e melhorias no sistema de envase são testados em condições reais. Para isso, além dos equipamentos para processamento, estão disponíveis máquinas de envase asséptico para bebidas e alimentos,aplicadores de tampas e sistemas de embalagem secundária. A equipe do combiLab é formada por profissionais das áreas de tecnologia de alimentos, tecnologia de embalagem, engenharia de sistemas e química, capazes de avaliar o processo desde o teste da matéria-prima até o produto embalado. Um destes profissionais é Werner Trautwein, técnico em alimentos e especialista em assépticos. Ele trabalha no combiLab há mais de 25 anos e explica: “Com os equipamentos do combiLab, os testes de envase podem ser feitos em bebidas lácteas, sucos e alimentos mais viscosos, inclusive com pedaços.Também estamos equipados para testar o conceito de novos produtos com a tecnologia drinksplus, que possibilita o envase de bebidas com até 10% de pedaços, em máquinas convencionais. Os testes de envase para embalagens entre 500ml e 1l podem ser feitos em condições normais de produção. Neste caso, não se trata de desenvolver receitas, mas de implantar um tecnologia de processo. Também fazemos testes de qualificação de novos sistemas e seus componentes ou examinamos condições que possam afetar o processamento e envase de novos produtos. Há várias possibilidades”. Entre os serviços oferecidos pelo combiLab está ainda a verificação da embalagem em termos de adequação ao produto. Os testes incluem verificação do status microbiológico das matérias-primas e dos componentes de envase, análises de mudanças da embalagem e do produto como resultado do tratamento com calor e envase asséptico, testes de vida de prateleira para determinar a vida de estocagem dos alimentos envasados em embalagens cartonadas (valor nutricional, descoloração, etc) e testes sensoriais. Parcerias com institutos externos e o acesso a estudos paralelos permitem ainda verificar os resultados. Assim, ocombiLabconta com o suporte de especialistasdas áreas de legislação de alimentos, meio ambiente e tecnologia de alimentos.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here