CPT - Centro de Produções Técnicas

A Verde Campo se comprometeu a fabricar apenas produtos sem conservantes, corantes ou aromas artificiais e levou o conceito Nada Além da Natureza às prateleiras no fim de 2018. Atingir esse objetivo não é fácil. Para que o iogurte chegue ao consumidor saboroso e seguro, foi preciso começar cinco anos antes, com a melhora de seu principal ingrediente: o leite. A empresa foi ao campo aprimorar processos, ensinar boas práticas e certificar 180 produtores. Hoje, a companhia recebe mensalmente 4,5 milhões de litros do melhor leite do País, com um padrão microbiológico 30 vezes melhor do que o brasileiro e dez vezes que o europeu.

Como leite e seus derivados são altamente perecíveis, para retirar conservantes sem alterar os prazos de validade praticados pelo mercado, era preciso diminuir a quantidade de microorganismos presentes em cada litro. Para isso, a Verde Campo aplicou quatro certificações, auditadas externamente: boas práticas de produção, bem-estar animal, conformidade social e ambiental. Para atrair pecuaristas para atenderem esses rigorosos padrões, a companhia criou um programa de bonificação que chega a pagar até 40% a mais em valor variável pelo produto.

O leite processado pela fábrica em Lavras, no Sul de Minas, atende um padrão muito acima do tradicional. Enquanto a legislação brasileira estabelece que o leite cru apresente Contagem Bacteriana (CBT) máxima de 300 mil unidades por mililitro e a lei europeia limita a 100 mil/ml, o produto recebido pela Verde Campo conta com apenas 10 mil unidades por mililitro.

Outra métrica importante para garantir sabor e segurança do leite é a contagem de células somáticas (CCS). O leite da Verde Campo conta com somente 230 mil células por mililitro, muito abaixo das 500 mil células aceitadas pelo Ministério da Agricultura e Pecuária.

“Levar alimentos naturais aos consumidores significa voltar às origens, ao campo, e esse foi o primeiro passo, unindo ciência e natureza” – – explica Savio Santiago, gerente de captação de leite da Verde Campo – “Graças a taxa microbiológica diferenciada, nossos produtos podem ser livres de conservantes, mais naturais e saudáveis, levando para a mesa do consumidor apenas aquilo que gostaríamos de consumir”.

Sem um leite de alta qualidade, o posicionamento “Nada Além da Natureza” seria impossível, mas os esforços não pararam por aí. Também foi investido R$50 milhões em novos equipamentos para a fábrica, que automatizaram o processo produtivo e capacitaram funcionários. Além disso, novas receitas foram desenvolvidas substituindo corantes por beterraba, cenoura ou suco de maçã. Ainda fornecedores de toda a cadeia tiveram que modificar processos para retirar conservantes das polpas de frutas, por exemplo.

Sobre a Verde Campo

Há 19 anos, a Verde Campo desenvolve produtos inovadores de alta qualidade com a missão de proporcionar ao consumidor uma vida mais leve e saudável, sem deixar de lado seu sabor. Localizada em Lavras, interior de Minas Gerais, é a pioneira no mercado de produtos sem lactose, com conceituadas linhas de iogurtes, shakes, queijos frescos e maturados, requeijão e creme de leite. Com uma produção de processos modernos e técnicas artesanais, a Verde Campo é reconhecida por aliar tradição, tecnologia, saudabilidade e o prazer do paladar. Desde 2016 a marca integra o portfólio da Coca-Cola Brasil.

Verde Campo nas Redes Sociais
www.verdecampo.com.br
Instagram: @verdecampo
Facebook: @VerdeCampoLat
Youtube: Verde Campo

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here