CPT - Centro de Produções Técnicas

Entre os temas discutidos durante o encontro estão as metodologias para a implementação do guia técnico para a transição de status sanitário de febre aftosa na América do Sul. Além do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o Brasil está representado pelo Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), com a participação do presidente Benedito Fortes de Arruda. Também participam do seminário os médicos veterinários João Vieira de Almeida, presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Mato Grosso do Sul (CRMV-MS); Cícero Pitombo, presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio de Janeiro (CRMV-RJ); Irineu Benevides, secretário-geral do CRMV-RJ; José Arthur Martin, vice-presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul (CRMV-RS); e Daniella Soares de Almeida, vice-presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Mato Grosso (CRMV-MT). <b>43ª Reunião da Cosalva</b> Nos dias 7 e 8 de abril, a Comissão Sulamericana para a luta contra a Febre Aftosa realizou sua 43ª reunião. Na pauta, está a discussão sobre o andamento do programa de erradicação da doença e os desafios que devem ser enfrentados com prioridade. A Comissão analisará a situação atual de acordo com os desafios estabelecidos no Plano de Ação 2011-2020, com atenção especial aos locais que ainda não contam com o reconhecimento de status sanitário e às ações finais do programa de erradicação da doença. Além do Brasil, a Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Panamá, Paraguai, Peru, Suriname, Venezuela e Uruguai fazem parte da Comissão. A Cosalva 43 é promovida pelo Centro Pan-americano de Febre Aftosa (Panaftosa).

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here