CPT - Centro de Produções Técnicas

A Cooperativa Agropecuária Castrolanda investirá, em parceria com o Banco de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), R$ 32,5 milhões na ampliação da Usina de Beneficiamento de Leite em Castro, nos Campos Gerais. A Castrolanda é cliente antiga do BRDE. O novo contrato de financiamento com a Castrolanda, de R$ 32,5 milhões, foi assinado durante visita da diretoria do BRDE e técnicos do banco à unidade de processamento de carnes da cooperativa em Piraí do Sul. “É uma parceria de sucesso de quase 40 anos, motivo de orgulho para o BRDE e todos os paranaenses, diante da extraordinária produção da Castrolanda e de suas instalações moderníssimas, como a nova unidade de processamento de carnes”, disse o diretor-administrativo do banco, Orlando Pessuti. As principais operações da Castrolanda com o BRDE envolvem financiamento de abatedouros de suínos, indústrias de beneficiamento de leite e de batatas, unidades de recebimento, limpeza e armazenagem de grãos e insumos. O presidente da Castrolanda, Frans Borg, disse que a cooperativa trabalha de forma inovadora, buscando a melhoria contínua da qualidade de seus produtos, com a meta de gerar valor agregado aos cooperados e manter o desenvolvimento sustentável da cooperativa. “Para desenvolvermos a cadeia de produção, precisamos formar alianças estratégicas”, afirmou Borg, destacando que o BRDE foi grande parceiro da Castrolanda, quando a cooperativa precisou de capital para investir. “Foram várias oportunidades de parcerias nos últimos cinco anos”, disse. Pessuti lembrou que o BRDE no Paraná fechará o semestre com mais de R$ 800 milhões em operações contratadas, sendo 90% dos recursos destinados ao agronegócio. “O BRDE quer fazer sempre mais e melhor, mantendo a parceria com as cooperativas, porque assim estamos investindo na geração de renda, emprego e receita”. “A Castrolanda é bem sucedida em todas as suas atividades, e vem há anos contribuindo com o crescimento do agronegócio no Paraná”, diz o diretor de Operações do BRDE, Wilson Quinteiro. “É um orgulho para o banco participar dos projetos de desenvolvimento de uma das maiores cooperativas do país”. COOPERADOS – Durante a visita à unidade de carne também foram assinados contratos com produtores rurais associados à Castrolanda, no valor de R$ 3,4 milhões. São investimentos na expansão das atividades leiteira e de suinocultura. O produtor Armando Carvalho Filho investirá os recursos na construção de dois barracões em sua propriedade em Castro, com capacidade de alojar 300 animais. Um barracão será destinado à alimentação e o outro funcionará como um centro de manejo para os animais no retorno da ordenha. Os cooperados Wybe e Harmanna de Jager vão investir na construção de barracões para ampliação e modernização da produção de suínos na propriedade do casal em Castro. “Precisamos melhorar a sistemática de produção, em ambiente adequado, para podermos exportar”, disse. O produtor Carlos Homero Ribas, proprietário da Fazenda Curucaca, em Ventania, destinará o crédito repassado pelo BRDE na ampliação da produção leiteira. “Nossa meta é aumentar produção de 3 mil litros/dia para 5 mil litros/dia e mais 100 novilhas por ano para negócio nesta região”, contou. Também participaram da visita à Castrolanda o superintendente do BRDE no Paraná, Paulo Cesar Starke Junior; a gerente de Planejamento, Tatiana Henn; o gerente de Operações Adjunto Tiago Pesch; a gerente de Planejamento Adjunta Lindamir Quech; e os assessores Erikson Chandoha e Jorge Callado.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here