CPT - Centro de Produções Técnicas

Um caminhão que levava 25 toneladas de queijo foi apreendido na madrugada desta segunda-feira (30) no posto fiscal da Secretaria da Fazenda do Piauí (Sefaz) na Tabuleta, Zona Sul de Teresina. Segundo o delegado da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Ordem Tributária e Relações de Consumo (Deccoterc), José João, a nota apresentada pelo motorista era falsa. "A carga vinha do Pará com destino ao Ceará. Ao passar pelo posto da Sefaz, os fiscais perceberam que a nota apresentada pelo motorista era referente a sete toneladas de queijo e incompatível com a quantidade transportada no caminhão, de 25 toneladas", contou. Ao analisar no sistema o procedimento da nota, os fiscais não encontraram registro da carga e confirmaram que se tratava de nota falsa. "O motorista foi obrigado a deixar o caminhão e a carga no posto, enquanto tentávamos contato com a empresa responsável. Por causa da irregularidade o proprietário da carga será multado em R$ 69 mil e somente depois do pagamento do tributo vamos liberar a mercadoria", explicou o delegado. <b>Mais apreensão</b> Uma outra apreensão de carga com nota falsa aconteceu na sexta-feira (27) em Miguel Alves, Norte do Piauí. Desta vez, um caminhão transportando 150 mil cervejas foi apreendido após o motorista apresentar uma nota com carga de cebola. "O veículo já tinha passado pelo posto de Floriano sem os fiscais identificarem a irregularidade. Abordado novamente em Miguel Alves percebeu-se o problema e a mercadoria foi apreendida. Já identificamos o proprietário e ele será multado em R$ 82 mil para ter a carga de volta", disse o titular da Decooterc. Para o delegado José João, é comum nesta época a apreensão de cargas com notas falsas ou adulteradas para fugir do pagamento do tributo, especialmente com destino ao Pará.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here