CPT - Centro de Produções Técnicas

O preço do leite recebido pelo produtor (sem frete e impostos) teve alta de 4,4% em maio, passando para R$ 0,93/litro na “média Brasil”, que pondera o preço pelo volume captado nos estados de BA, GO, MG, PR, RS, SC e SP, segundo pesquisas do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP. Esse valor, no entanto, é 8,9% menor que o de maio de 2014. Mas, atualmente, a queda na oferta do leite está colaborando com os aumentos nos preços. O clima, os aumentos dos custos de produção como energia elétrica, mão de obra e insumos estão impactando e muito a cadeia produtiva de leite. O presidente da Coopatos José Francelino Dias, justifica dizendo que o aumento da energia elétrica tem influenciado incisivamente no preço, o custo dos insumos que teve um aumento de 30% de 2014 para 2015 e a mão de obra. Segundo ele juntando todo esse aumento, não é possível repassar para o consumidor, de maneira real o custo total do produto que se elevaria em muito. Atualmente, a cooperativa está pagando ao pecuarista entre R$1,05 e R$ 1,11 pelo litro do leite. O valor varia de acordo com a qualidade, quantidade e a distância da propriedade. Já no varejo, o produto está quase R$ 3,00 o litro o que é considerado preocupante. Na padaria o consumo de leite perdeu espaço para o refrigerante. Um dos motivos está no preço o copo americano com 200 ml custa R$ 1,00. Mas, algumas pessoas ainda fazem questão de consumir o leite diariamente. Muitos consumidores vem se assustando com os aumentos observados em muitos estabelecimentos comerciais. O litro do leite longa vida no mercado está variando entre R$ 2,49 e R$ 2,65. Nos supermercados as promoções são a estratégia para driblar os aumentos nos preços do leite. Segundo o gerente de supermercado Marcos Vinicius de Jesus Rosa, as oportunidade devem-se ao fato das grandes redes conseguirem comprar uma quantidade maior do produto, o que possibilita praticar um preço menor para o consumidor.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here