CPT - Centro de Produções Técnicas

Ele observou que o setor de laticínios da América Latina está em um estado de crescimento muito interessante, devido ao desenvolvimento da produção, incentivado pelos preços, embora nos últimos tempos tem sido instável, sempre se manteve a um nível significativo de contribuição. "Isso porque a demanda por produtos lácteos na Ásia, no Oriente, na China, um país que começou a consumir laticínios significativamente nos últimos tempos, o que levou à necessidade de aumento da produção internacional e levaram preços para cima, que foi a principal causa do aumento do leite ", disse o especialista em UH. Ele disse que a América Latina tem condições muito favoráveis ​​para a produção, como a disponibilidade de pastagens para a água potável, um muito interessante para a produção de leite situação agroecológica, sem condimentos Ásia, China e África. Consumo per capita. Segundo o especialista, o consumo interno nos países do continente americano, como Uruguai, Costa Rica, Brasil, o consumo per capita anual é de entre 150 a 180 litros; outros países estão abaixo desse mínimo. "No caso do Paraguai, falamos de 120 litros de leite per capita por ano, mas ainda é insuficiente para chegar a recomendada, ou seja, que ainda há espaço para crescer internamente. "Se a isto se acrescentar que há uma demanda internacional, então tudo o que a América Latina produz serão colocados", disse Londinsky como parte de uma conferência organizada pela Federação das Cooperativas de Produção (FECOPROD).

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here