CPT - Centro de Produções Técnicas

Refrigerantes light, granola e iogurte grego estão na lista dos alimentos que fingem ser saudáveis e parceiros da dieta, mas na realidade são bombas calóricas. Alice Amaral, médica especialista em Nutrologia e Medicina do Exercício e Desporto pela Associação Médica brasileira, revelou quais são os 11 alimentos mais famosos que fingem ser light mas que engordam: <b>1) Adoçantes artificiais (produtos light)</b> "Há estudos recentes que comprovam que o consumo de adoçantes artificiais está diretamente ligado à obesidade. Um desses estudos, realizado pelo Instituto Weizmann, de Israel, e publicado na revista Nature, afirma que o consumo desses aditivos provoca intolerância à glicose, uma fase prévia à diabetes na qual há uma maior concentração de açúcar no sangue, e alterações no metabolismo relacionadas com obesidade. Já o New England, publicou em 2012, um estudo bastante documentado, associando o consumo de bebidas adoçadas artificialmente à obesidade. Em 2013, a revisão desse estudo confirmou o que já se sabia. Portanto, todos os alimentos que contenham esses aditivos (refrigerantes, sumos, biscoitos, pães, bolos, doces), ao contrário do que se pensa, causam obesidade". <b>2) Refrigerante light</b> "Além de serem extremamente maléficos à saúde, os refrigerantes light contêm adoçantes artificiais que, como já dito anteriormente, causam aumento de peso, além de retenção líquida e aumento da pressão arterial". <b>3) Pão com glúten integral</b> "Devido a um processo inflamatório que o glúten causa ao atacar as paredes do intestino delgado, a absorção de nutrientes fica mais difícil. Se esse alimento com glúten ainda vier acompanhado de fibras, a absorção do alimento torna-se mais lenta e as consequências são o aumento da gordura na região abdominal e obesidade". <b>4) Margarina</b> "Diz-se que é uma ótima opção para quem tem colesterol alto mas na verdade, a margarina é extremamente calórica, além de ser riquíssima em gorduras que causam não só obesidade, mas também arteriosclerose". <b>5) Leite desnatado</b> "O leite desnatado vendido em pacote além de só conter 30% menos calorias que o leite comum ainda contém água sanitária, soda cáustica, formol, bicarbonato de sódio e antibióticos. Essa mistura branca que vai para a mesa todos os dias pode causar além de obesidade, doença de Alzheimer, Parkinson, cancro, alergias respiratórias e cutâneas". A melhor opção são os leites vegetais como, de arroz, macadamia, coco e castanhas. <b>6) Granola comum e light</b> "Além de conter glúten e açúcar ou adoçante artificial na sua composição, a granola é altamente calórica". <b>7) Iogurte grego comum e light</b> "O iogurte em si já não é um alimento recomendado por causa do leite. O iogurte grego, nova moda entre as pessoas que estão a fazer dieta, é altamente mais calórico que a versão comum. E, a versão do iogurte grego light possui adoçantes artificiais." <b>8) Barras de cereais</b> "Além da maioria delas conter glúten, açúcar e/ou adoçante artificial em abundância, as famosas barrinhas de cereais são uma verdadeira bomba calórica e quase não possuem as fibras prometidas". <b>9) Sumo de pacote comum e light</b> "Já parou para ler os ingredientes de um sumo de pacote? Quase não contêm fruta, além de terem muito açúcar/adoçante artificial e edulcorante, emulsificantes etc. Prefira sempre a fruta ao natural. Mesmo os sumos naturais contêm muita frutose, o que pode ocasionar uma sobrecarga da glicose". <b>10) Queijo branco</b> "Engana-se quem pensa que consumir queijo branco está livre de acumular gordurinhas. Além de ser um derivado do leite, que pode causar alergias cutâneas e respiratórias, o queijo branco é calórico (cerca de 66 kcal em 30g) e rico em gorduras." <b>11) Comida Japonesa</b> "A comida japonesa passa uma ideia de ser super saudável e light. Mas não é bem assim que funciona. Apesar de alguns pratos conterem menos calorias que outros alimentos, geralmente vêm associados à soja que, além de ser extremamente rica em sódio (causa retenção líquida e aumento da pressão arterial), algumas marcas, também contém glúten. E outro grande problema, é que nunca se come apenas uma unidade ou duas de sushi. O excesso também causa aumento de peso.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here