CPT - Centro de Produções Técnicas

As recentes medidas tomadas pelo Governo do Estado em benefício da indústria de leite e derivados em Alagoas tiveram uma grande repercussão positiva junto aos produtores. Desde o último dia 1º, as produções locais que possuem circulação interna passaram a ter desoneração de ICMS. Já os produtos oriundos de outros estados serão taxados pelo regime de substituição tributária. O presidente da Cooperativa da Produção Leiteira de Alagoas (CPLA), Aldemar Monteiro, destacou os benefícios que serão atingidos com a medida. O gestor explicou que o ajuste fiscal torna o estado mais competitivo junto ao mercado, o que evita a evasão dos produtores. “Esse pleito é antigo. Nós vínhamos há, pelo menos, dez anos tentando esse reajuste fiscal e, felizmente, chegou a hora de colher este benefício. Antes enfrentávamos um grande problema, porque estados vizinhos ofertavam melhores condições para os nossos produtores. Mas isso agora vai mudar. Alagoas deu o passo que faltava para mudarmos este jogo a nosso favor”, destacou. Entre os produtos listados no decreto, estão o leite pasteurizado e leite UHT, iogurte, bebida láctea, coalhada, leite fermentado, achocolatado, manteiga comum e de garrafa, queijos ricota, cremoso, mussarela, prato, coalho e queijo manteiga, além do doce de leite. <b>Aumento na produção</b> Monteiro também lembrou que, com o incentivo fiscal, os produtores terão mais condições de investir nos rebanhos. Com isso, a projeção é que os números de Alagoas em relação à produção de leite cresçam em, aproximadamente, 30% nos próximos meses. “Escoaremos melhor a produção, daremos mais alternativas aos produtores, que vão poder vender mais e melhor. Atualmente, Alagoas produz 400 mil litros de leite por dia, mas projetamos chegar aos 520 mil. Os impactos na nossa economia serão muito positivos”, calculou o presidente da CPLA. <b>Agradecimento ao governador</b> A CPLA também estuda preparar, ainda no mês de junho, uma solenidade de agradecimento ao governador Renan Filho pela adoção da medida fiscal. “Vamos reunir pelo menos 1000 produtores na sede da cooperativa para um café da manhã com o governador. Será uma forma de agradecer pelo incentivo dado à indústria do leite no estado”, anunciou.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here