CPT - Centro de Produções Técnicas

Um encontro na sede da Cooperativa de Produção Leiteira (CPLA) com integrantes da Bancada Federal alagoana ocorreu nesta segunda-feira (04) para buscar alternativas para o corte de R$ 9 milhões do Programa do Leite, do governo do Estado. A estimativa é que a redução afete o trabalho de 4.700 produtores e aproximadamente 80 mil famílias. Desde o ano passado a Cooperativa vem sofrendo com cortes nos recursos, que saiu de R$ 28 milhões para R$ 19 mi, além da redução no número de famílias assistidas pelo programa. Durante o encontro com os deputados, o presidente da CPLA, Aldemar Monteiro, expôs a preocupação com os cortes e os reflexos na população. “O corte afeta muita gente, desde pequenos produtores até as famílias assistidas pelo programa. Alagoas é uma referência nesse tipo de cooperativismo e o programa foi escolhido como o melhor do Nordeste”, disse. Também presente no encontro, o secretário de Agricultura, Álvaro Vasconcelos, disse que o corte irá afetar todos os municípios a pedido do Ministério da Agricultura por falta de recursos. Ele informou ainda que já houve atraso no repasse de recursos o que acabou complicando a situação do programa. Dos deputados que representam Alagoas na Câmara dos Deputados, apenas Givaldo Carimbão e Marx Beltrão estiveram presentes. Eles ficaram de tomar conhecimento da situação para tentar buscar auxílio na esfera federal.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here