CPT - Centro de Produções Técnicas

Nos supermercados encontramos uma variedade de produtos de origem animal consumidos diariamente pela população: carnes, leites, ovos, peixes, mel, queijos. É imprescindível que esses alimentos cheguem à mesa das famílias com qualidade e inocuidade. A segurança de poder consumir produtos com qualidade sanitária, sem riscos à saúde, é dada pelo médico veterinário. O processo tem início no campo com a nutrição, sanidade do rebanho, produtividade e preocupação com a sustentabilidade ambiental. A atuação dos profissionais passa também pelos matadouros, frigoríficos, laticínios e supermercados. Nesses locais, o médico veterinário está preparado para garantir a higiene das instalações, equipamentos e pessoal, qualidade da água, aparência do produto final, padronização e aumento da vida dos produtos nas prateleiras, por exemplo. Nos supermercados, o profissional de Medicina Veterinária é responsável, principalmente pela qualidade dos alimentos vendidos, garantindo que estejam próprios para consumo. Uma matéria-prima mal processada ou manipulada de forma errada pode veicular doenças, zoonose ou até mesmo implicar em fraudes. Nos aeroportos, portos e fronteiras os produtos de origem animal importados pelo Brasil são fiscalizados por médicos veterinários com o objetivo de impedir o ingresso de doenças que podem comprometer a Saúde Única. A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) estima que 60% das doenças infecciosas humanas têm sua origem em animais, domésticos ou selvagens. O médico veterinário atua na garantia das saúdes humana, animal e ambiental, conceito chamado de Saúde Única. <b>O médico veterinário na Saúde Única</b> Uma iniciativa de Saúde Única visa promover a cooperação e colaboração entre médicos veterinários e demais profissionais de saúde e meio ambiente para promover a saúde e o bem-estar de todas as espécies animais e vegetais. A Medicina Veterinária mostra a importância do seu trabalho para a Saúde Única por meio dos serviços prestados à sociedade, no cuidado com a saúde e bem-estar de animais, preservação da saúde pública e em atividades voltadas para garantir a sustentabilidade ambiental do planeta. O profissional médico veterinário tem conhecimentos que o capacitam a planejar e executar medidas de prevenção e controle de enfermidades, ajudando a manter os níveis de saúde da população elevados. Além disso, sua formação básica em ciências biomédicas, com conhecimentos nas áreas de epidemiologia e saneamento ambiental, o torna apto a desenvolver atividades que antes eram comuns apenas a outros profissionais das equipes de saúde coletiva. A participação dos médicos veterinários nas ações e programas de saúde é recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) defende um esforço de educação, pesquisa e comunicação entre as diferentes áreas envolvidas na Saúde Única com o objetivo de formar profissionais capazes de atuar na saúde pública e de informar as pessoas sobre a importância de se preocupar com a Saúde Única. <b>Dia do Médico Veterinário</b> O Dia do Médico Veterinário é comemorado no Brasil em 9 de setembro. O país tem atualmente mais de 142 mil médicos veterinários registrados. Deste total mais de 105 mil estão em atuação. Os médicos veterinários são diretamente responsáveis pela saúde da população, dos animais e do meio ambiente. São eles que inspecionam e avaliam todos os alimentos de origem animal que chegam à mesa do consumidor, cuidam da saúde e bem-estar dos animais domésticos e selvagens, atuam na manutenção e melhoria da qualidade da saúde pública e ainda desenvolvem estudos e pesquisas científicas em busca de novos produtos, vacinas, tratamentos e erradicação de doenças.

Banner CHR Hansen 2020

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here